Skip to content

Gaba-te cesto …*

9 de Janeiro de 2013

cestosJá não estava habituada a isto… sim, estou a falar da vida normal, dia-a-dia, o chamado ram-ram…

Uma pessoa até acorda bem disposta, mas quando sai de casa já está completamente de rastos, quem é que aguenta?? Acordar, equipar 2 pestes da ponta dos pés até á ponta dos cabelos, equipamento mais que completo, que inclui, para além dos próprios, todo um “kit marmita”, que normalmente organizo de véspera, mas que tem todo um processo de acondicionamento…

Nunca tive este “número” do cesto em criança e achava muita graça, chegava até a ter bastante inveja dos miúdos que, achava eu, tinham uma mãe cuidadosa e dedicada, que preparava com todo o tempo do mundo os melhores e mais saborosos petiscos para o almoço daqueles sortudos, que se podiam orgulhar de chegar ao colégio transportando para além da mochila, um cesto de verga, na minha ideia, cheio de coisas deliciosas!

A primeira vez que me ocorreu a hipótese “cesto/não cesto”, claro que, tonta e toda contente gritei, cá dentro, “yupiii !!”. Aliei ao argumento, obvio, de terem cesto porque vou poupar uns valentes trocos, à concretização de um sonho de criança, não para mim, mas para eles, “os meus filhos vão ter cestos” !

Claro, que o passo seguinte foi escolher “o cesto”, que, tinha mesmo que ser “cesto” e daqueles que tinha na minha memória, com o ar mais vintage possível, que acabaram por herdar dos primos mais velhos e que hoje concluo, que tudo o que têm de giro, têm de pouco prático…

Na verdade, no primeiro dia de escola, quando os fui deixar, toda contente por levar, não um, mas dois cestos de verga, exactamente como os que eu gostava de ter tido, reparei que nenhuma das outras crianças tinha cestos, nenhuma, mas nenhuma mesmo e o que é que eu pensei logo?? “que falta de graça… mandarem os miúdos com estas mochilas térmicas sem gracinha mesmo nenhuma!!” e ainda acrescentei em pensamento ” os nossos cestos são o máximo!”

Com o passar dos tempos, os petiscos deixaram de ser os mais apetecidos e passaram a ser os mais práticos, a minha sorte é que os meus filhos adoram tudo. A minha irritação com os cestos começou a tomar conta de mim, não tem a ver com o cesto em si, que esteticamente continuo a adorar, mas com o pouco prático que são, é um facto!! Juntando a isto a grande falta de vontade de preparar refeições e de simplesmente pensar nelas…

Claro que ninguém usa “cestos à séria”, porque os “cestos à séria” não dão jeito nenhum, muito pelo contrario!! Põe no carro… tira do carro, sempre a bater em todo o lado e sem caber à primeira, em lado nenhum, depois carrega com eles e ainda tens que dar a mão a cada um… as mochilas térmicas vão para as costas dos próprios… e no fim de contas, não estando lá mas imaginando, a ginástica dos coitados que à hora de almoço e ao lanche, têm que acartar com os ditos…

Neste momento o único argumento válido, é o argumento “poupança”, quanto aos maravilhosos cestos, vou ter que investir numa coisinha mais prática … e já vi uns kits giríssimos.

Não sei o que é que eu via de espectacular neste “número” do cesto, mas deixei de ver… pelo menos, deixei de ver as mães das “crianças dos cestos” como cuidadosas e dedicadas e passei a vê-las como esgotadas…

FB Home

Anúncios
2 comentários leave one →
  1. Mariana Leitão permalink
    6 de Março de 2013 8:04

    Bom dia, onde conseguiu comprar os cestos? Obrigada. Cmpts. Mariana

    • 6 de Março de 2013 13:22

      Olá Mariana,
      os cestos dos meus filhos vieram dos primos mais velhos, de qualquer forma sei que pelo menos nas feiras há, tipo feira de Cascais etc. :)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: